Entenda melhor os riscos de fazer uma venda sem nota fiscal

6 minutos para ler

É bem verdade que o sistema tributário brasileiro é bem complexo, mas isso não pode ser desculpa para você realizar qualquer venda sem nota fiscal. Muitos empresários optam por essa alternativa por achar que dessa forma conseguirão economizar nos impostos, mas a verdade é que o “barato pode sair muito caro”.

Além de colocar o seu negócio em risco, você também prejudica o seu cliente. Este, por sua vez, fica sem garantia, por não ter o acesso a esse documento. A venda sem nota fiscal é crime e pode incidir em diversas penalidades severas a você, como empreendedor, bem como à sua empresa.

A seguir, listamos as principais delas para ficar atento e não insistir nessa ideia. Acompanhe!

Fraude

A Lei 8131/1990 em seu artigo 1º enfatiza que constitui-se crime contra a ordem tributária o fato de o cidadão reduzir ou suprimir o tributo. Em seu inciso V, do mesmo artigo, a lei fala que a conduta de deixar de fornecer ou até mesmo negar a emissão da nota fiscal, quando obrigatório, configura um ato contra a lei. Nesse sentido, você corre o risco de ser autuado, uma vez que não declarou adequadamente qual o valor das suas transações financeiras.

Prisão

Há quem pense que a sonegação de impostos não prejudica tanto a sua rotina. Acredite, os problemas podem ser muito maiores do que você imagina. A pena para quem sonega impostos varia entre dois a cinco anos de detenção. A sonegação inclui a falta de fornecimento de nota fiscal nas vendas realizadas. Portanto, cuidado para não perder a sua liberdade por conta de uma burocracia que você considera “desnecessária”.

Pagamento de multas

Manter uma gestão financeira saudável é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, independentemente do seu segmento no mercado. De fato, manter os compromissos em dia não é uma tarefa fácil. É preciso criar estratégias para que as vendas aconteçam e você possa ter receita o suficiente na hora de arcar com suas obrigações com fornecedores e funcionários.

Quando algum imprevisto acontece e prejudica o seu fluxo de caixa, você começa a se preocupar, certo? Pois bem, quando as vendas são feitas sem nota fiscal, os imprevistos financeiros surgem, como o pagamento de multas altíssimas, as quais podem chegar ao equivalente a 10 vezes o valor do tributo sonegado.

Problemas caso a devolução seja necessária

É muito comum os clientes requererem a devolução de um produto, seja porque ele apresentou algum problema, seja porque ele simplesmente não atendeu às expectativas do comprador. O Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 49, fala sobre o direito ao arrependimento. Após 7 dias da aquisição da mercadoria, o cliente tem o direito de devolvê-lo.

O problema não está nem na devolução em si, mas sim na falta da nota fiscal. Como saber se aquele produto foi comprado no seu estabelecimento? Se o cliente usar de má-fé, por exemplo, não tem como você se defender. Além disso, esse tipo de problema pode ser ainda mais prejudicial ao seu negócio, uma vez que o consumidor tem o direito de processar a sua empresa por sonegação fiscal.

Prejuízos à credibilidade da empresa

Fazer com que uma marca seja reconhecida no mercado pela qualidade dos seus produtos e pela forma que trata o seu consumidor é algo que precisa ser trabalhado. Isso porque leva um tempo para ganhar a confiança do seu público-alvo, uma vez que é preciso criar diversas ações estratégicas para se diferenciar dos seus concorrentes.

Por outro lado, prejudicar a imagem de uma empresa costuma ser algo mais fácil, por mais injusto que isso possa parecer. A falta de um bom atendimento, bem como a entrega de produtos ou serviços de péssima qualidade e até mesmo a falta da emissão da nota fiscal são motivos para descredibilizar um empreendimento.

Diminuição nas vendas

Quando um cliente procura por um produto, ele precisa sentir segurança de que está adquirindo algo que ele pode trocar ou até devolver, caso a mercadoria não atenda às suas expectativas. Isso é essencial, principalmente quando você trabalha com produtos de maior valor, gerando mais confiança na marca e melhorando a credibilidade da empresa no mercado.

O fato de você vender sem nota fiscal é um problema sério que reflete diretamente nas suas vendas. Muitos consumidores sequer cogitam em comprar tal mercadoria, caso o negócio não faça a emissão desse documento tão importante. Com isso, a sua concorrência sai na frente e, consequentemente, a sua lucratividade diminui.

Apreensão das mercadorias

A apreensão de mercadorias é uma das consequências mais comuns da venda sem nota fiscal. Acredite, as autoridades estão atentas a essa questão e prontas para corrigir qualquer falha que lese o consumidor. Por exemplo, se o seu produto precisa ser transportado para outro lugar e, ao ser abordado, o responsável pelo transporte não tiver a nota, toda a sua carga será apreendida.

É por esse motivo que boas transportadoras não aceitam levar mercadorias sem esse documento, uma vez que a responsabilidade pode recair sobre a companhia e até sobre o próprio motorista, o que pode prejudicar bastante a sua reputação no mercado.

Além disso, se houver uma fiscalização, todos os produtos sem nota fiscal correm o risco de ser apreendidos pelos policiais a qualquer hora do dia. Nesse caso, o prejuízo da empresa será muito maior do que pagar uma porcentagem de impostos sobre cada venda com nota fiscal.

Sistema emissor de nota fiscal

Com o avanço da tecnologia, as empresas podem ter acesso à Nota Fiscal Eletrônica, a qual ajuda a melhorar o controle do seu negócio, reduz as chances de erros e sonegação e aumenta a confiabilidade do seu negócio. Vale destacar também a importância de contar com um sistema eficiente para evitar a venda sem nota fiscal, bem como auxiliar na gestão financeira, a fim de tornar esses processos muito mais ágeis e seguros.

Apesar da complexidade do sistema tributário brasileiro, a venda sem nota fiscal é algo que implica em diversos problemas. Para evitá-los e fazer com que a sua empresa mantenha a credibilidade no mercado, você pode contar com um software que auxilie na emissão e gestão desses documentos.

Agora que você entendeu sobre os riscos de vender sem um documento comprobatório, aproveite a visita em nosso blog para conhecer melhor sobre as vantagens do emissor de nota fiscal!

Posts relacionados

Deixe um comentário